A obra na Ponte de Igapó chegou a 35% de conclusão após nove meses do início da operação, segundo informou o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Rio Grande do Norte, Getúlio Batista.

Iniciada em setembro de 2023, a obra causou desde o início interdições na pista, o que têm afetado o trânsito na região, já que o fluxo passou a ser feito em apenas um dos lados da via. O trecho é um dos principais acessos à Zona Norte de Natal.

De acordo com o superintendente do Dnit, a perspectiva é de que a obra seja concluída até o início do próximo ano. Segundo ele, a obra está dentro do cronograma. O prazo incial previsto pelo Dnit era de que a interdição duraria 18 meses.

O superintendente informou que no mês de julho a obra passa a ser executada do outro lado da ponte.

“Nós temos hoje 104 funcionários, são mais de 20 frentes do serviço. Muitas vezes as pessoas passam e dizem: ‘só tem cinco, seis operários’. Mas o problema da ponte é na estrutura, é embaixo”, explicou Getúlio Batista.

g1 RN