Uma surpreendente mudança fiscal no Brasil, o maior exportador mundial de soja, está levando os compradores chineses se abastecerem nos EUA.

Os importadores da China, o maior comprador de commodities do mundo, compraram pelo menos 208 mil toneladas de soja desde que a mudança foi anunciada na última terça-feira (4), segundo dados do Departamento de Agricultura dos EUA. As vendas relâmpago foram as primeiras transações do tipo desde janeiro.

As compras destacam quão difícil será para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva aprovar a chamada MP das Compensações, que limita a capacidade dos exportadores e processadores de commodities do Brasil de monetizar alguns créditos fiscais. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, já considera retirar a decisão após provocar a ira de empresas e do Congresso, segundo pessoas a par do assunto.

Fonte: Infomoney