O Itamaraty gastou R$ 27,1 milhões a mais com viagens presidenciais ao exterior durante o 1º ano do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em relação ao mesmo período da gestão de Jair Bolsonaro (PL). A comparação considera os valores convertidos pela inflação.

O dado é um mais indicador que mostra como Lula tem investido mais que Bolsonaro em pautas internacionais.

Sob o petista, o Ministério das Relações Exteriores desembolsou R$ 65,9 milhões nas investidas internacionais. Com o ex-presidente, as despesas somaram R$ 38,8 milhões. O Poder360 teve acesso aos números por pedidos de Lei de Acesso. Os dados não incluem as despesas com passagens aéreas da FAB (Força Aérea Brasileira) –mantidos sob sigilo.

Lula ficou 62 dias fora do país em 2023 e viajou mais que seu antecessor. Isso explica em parte os custos maiores. Bolsonaro passou 38 dias no exterior em 2019.

Os gastos médios por dia viajado para ambos se deu de forma proporcional. Foi de R$ 1,06 milhão para o petista. Para o ex-presidente, o valor é um pouco menor: R$ 1,02 milhão.

O Itamaraty também enviou a origem dos gastos (hospedagem, aluguel de veículos, etc). Leia abaixo a comparação detalhada para o 1º ano de mandato de cada um dos presidentes:

alt

Poder360